30+ Histórias Engraçadas e Constrangedoras de Partos que Essas Mães Vão Contar por Muitos Anos

30+ Histórias Engraçadas e Constrangedoras de Partos que Essas Mães Vão Contar por Muitos Anos

O parto pode variar de mãe para mãe. Embora a dor seja comum nessa experiência transformadora , o método de expressá-la não é universal. Algumas vezes os analgésicos usados durante o parto também contribuem para momentos constrangedores. Muitas mulheres nem lembram essas experiências engraçadas mas se sentem péssimas ao tomar conhecimento delas. Por pior que possa ser, é uma experiência normal. Muitas mães encontraram a coragem de compartilhar suas histórias inusitadas porém engraçadas sobre seus partos.

Gases e Peidos

Uma mãe compartilhou sua história de parto e é hilária. Como de costume, médicos incentivam mulheres em trabalho de parto a fazer mais e mais força até o bebê sair. Mesmo quando há uma objeção de que está sentindo algo diferente, a vontade de continuar empurrando sempre está lá.

Gases e Peidos

Nesse caso, a mulher informou ao médico que estava com gases, mas foi ignorado como pressão do bebê. Logo souberam quem estava certo quando ela peidou e o som foi altíssimo. Ela disse, “eu peidei tão alto, que parecia que estavam arrastando móveis pelo chão!”

Jackman Pelado

Essa é uma experiência estranha e excepcional de uma mãe que ficava desmaiando durante o processo de dar à luz. Para aliviar a dor, ela recebeu vários medicamentos e depois sentiu as repercussões. Ela ficou apagando e em certo ponto gritou algo quando acordou.

Jackman Pelado

Relatando sua experiência, ela diz, “eu acordei no susto e falei ‘Hugh Jackman pelado!’ Eu ia assistir um filme onde meu marido estava pelado na primeira cena e eu estava atrasada, então achei que tinha perdido!”. Que filme? Deve ter sido um sonho.

A Mãe Harry Potter

Para uma mãe que assistiu todos os filmes de Harry Potter e ainda leu os livros, virou basicamente sua versão de uma oração. Ela tinha memorizado o diálogo do filme. Então toda vez que tinha uma contração acabava recitando um dos diálogos — estranho.

A Mãe Harry Potter

Por sabe se lá qual razão recitar o diálogo a fez se sentir melhor. Segundo ela, aconteceu no seu primeiro parto e ela não tem ideia porque escolheu isso quando as contrações começaram. Ela não falou se o mesmo aconteceu com o segundo filho.

Experiência no Ônibus Escolar

Isso é mais constrangedor que engraçado. Relatando sua experiência do parto, uma mulher se encontrou indo para o hospital atrás de um ônibus escolar (engraçado o que uma emergência pode fazer) prestes a parir. Ela lembra como estava gritando de dor tão alto, e quando olhou pra cima levou um susto.

Experiência no Ônibus Escolar

Ela ficou envergonhada de perceber que o tempo todo que estava gritando as crianças do ônibus estavam olhando para ela assustados. Estavam encarando, sem saber o que estava acontecendo, mas assustados. Realmente deve ter sentido muita vergonha.

Quem é Joe?

“Se você nunca passou por isso, você não pode saber como é”. Isso é especialmente verdade para as dores de parto. As mulheres fazem muitas coisas durante o parto que muitos podem considerar como exagero ou um drama ensaiado para fazer as pessoas acreditarem que estão passando por muita coisa.

Quem é Joe?

Uma mãe em particular que compartilhou sua história afirma que ela continuava gritando o nome Joe, que não é o do seu marido ou de nenhum conhecido. Então, de onde veio o nome? Bem, apenas uma maneira aleatória de lidar com a dor. Ela diz ainda: “felizmente, meu marido tem bom senso de humor”.

Muito Cabelo

Por sorte ela não expressou a sua raiva, ou teria sido constrangedor quando o que o médico disse ficasse mais claro. Ele foi para checar a dilatação dessa mulher e ela ficou irritadíssima quando o médico falou “ela tem bastante cabelo”.

Muito Cabelo

Ela entendeu que o médico estava se referindo a suas partes baixas. Só mais tarde que foi perceber que o médico estava falando da cabeça do bebê e não o que ela pensou. Ela se sentiu meio mal. Mas teria sido muito vergonhoso se ela tivesse falado alguma coisa.

Gritando com o Obstetra

Durante o parto, uma mulher empurrando gritou com alguém que saiu entrando no quarto. Segundo ela, “ela estava fazendo força quando um velho de bermuda e um cardigã entrou na suíte de parto”.

Gritando com o Obstetra

Sem saber quem ele era, ela gritou, “Sai daqui seu velho!” Foi a parteira que então a informou que aquele era na verdade o obstetra. Ah não! Que pena que ela já tinha gritado com ele. Deve ter ficado com vergonha, mas fazer o que? Tarde demais.

Chapada no Remédio

Uma mãe compartilhou sua primeira experiência com parto. Foi dada uma medicação que a fez sentir bem chapada.

Chapada no Remédio

Durante o parto ela relatou o que aconteceu, falando: “sussurrei pro meu marido, ‘eu não gosto de drogas mas as drogasgostam de mim”’. Obviamente alterada mas seu comentário foi bem hilário.

Caminhada da Vergonha

É difícil escolher se a família devia ter contado pra ela ou não. O acidente aconteceu com uma certa pessoa durante o parto é vergonhoso e nem um pouco engraçado, pelo menos para a vítima. O problema começou quando deram demerol para ela, e o que aconteceu foi surpreendente.

Caminhada da Vergonha

Ela falou o seguinte: “Alguns meses depois descobri, pelo meu cunhado, que aparentemente eu tinha dado uma volta no corredor do hospital peladona! Eu não lembrava disso, mas o resto da minha família com certeza tinha!” Foi uma experiência verdadeiramente constrangedora que ela não vai esquecer tão cedo.

Policial e Parto

Alguns vizinhos enfurecidos chamaram a polícia, que apareceu durante um parto caseiro. O casal que mora no 3º andar tem feito muito barulho depois da meia-noite. Os vizinhos relataram isso aos policiais que vieram até a porta batendo para verificar a origem do barulho.

Policial e Parto

Para quem estava de fora, parecia um simples incômodo, mas por dentro era outra história. O bebê tinha começado a coroar quando bateram na porta. Para o choque do casal era um POLICIAL! Ele foi embora, envergonhado.

Pegar Emprestado do Berçario

Então, aqui vai uma outra história constrangedora de parto que mostra como a dor intensa pode afetar as mães. Durante o parto, uma mulher pensou que não ia aguentar tanta dor. Depois falou pro seu marido que queria ir pra casa.

Pegar Emprestado do Berçario

Ele perguntou, “Mas e o bebê?” e ela disse, “a gente pode pegar um emprestado do berçario”. Emprestado! Uma criança? Não foi só o marido que ficou chocado. As parteiras ficaram de olho nela depois desse comentário. Deve ter sido um momento bem constrangedor.

Mãe Alucinada

O efeito do Demerol durante o parto é desconhecido para muitas mulheres até que os efeitos se instalem no sistema e comecem a impactar o parto. Como a maioria das mulheres que perdeu um pouco a cabeça, uma mãe compartilhou sua experiência quando o demerol a fez alucinar.

Mãe Alucinada

Ela diz, “depois de uma contração segurei o braço do meu marido e falei ‘Nós precisamos abandonar esse planeta, está completamente infértil'” Da onde ela tirou isso? Acho que ela ficou tão confusa quanto o marido quando esse comentário escapuliu.

O-ou! Não Foi o que Ela Quis Dizer

A dor do parto varia, enquanto umas têm uma dor mínima e suportável, muitas mulheres tem mais dificuldades com uma dor inimaginável.

O-ou! Não Foi o que Ela Quis Dizer

Depois de horas de um parto intenso e dor debilitante, certa mãe gritou com o pessoal médico para fazer uma eutanásia logo. Eutanásia?! Ela deve ter chocado todos presentes. Mais tarde, depois do parto, ela deve ter se sentido mal pedindo uma coisa dessas.

Dor do Parto Desorientadora

Anos depois e os bebês já crescidos, mães e outros parentes presentes no parto teriam histórias constrangedoras e engraçadas para compartilhar num dia bacana. Mães acabam falando coisas absurdas e a maioria não lembra até alguém que estava lá resolver contar.

Dor do Parto Desorientadora

Aqui vai uma experiência hilária de uma mulher depois de tomar a peridural. Ela bota a mão na própria coxa, fica espantada e pergunta pra mãe “Isso é você? você tem que me falar o hidratante que você usa!”. A mãe quase se mijou de tanto rir.

Ela já Passou por Isso Também!

Durante um longo parto, uma mulher tinha seu marido ao seu lado. Passado um tempo, sua mãe veio substituir o marido para que ele pudesse ter uma folga.

Ela já Passou por Isso Também!

Durante uma contração particularmente ruim, ela relata sua experiência engraçada se não um pouco sem jeito; “ela me falou que tava tudo bem e que logo logo ia acabar. Eu virei e gritei “Você não tem ideia o que eu tô sentindo!” Se ela estivesse totalmente consciente cobriria sua boca depois de dizer isso. É a sua mãe e ela já esteve no seu lugar, definitivamente sabe o que você está sentindo.

O Parto Inusitado

Diferente da maioria das mulheres que sentem dor, algumas têm um parto raro. A noção geral de um parto é uma mulher aflita tentando trazer uma nova vida ao mundo. Mas nesse caso, foi uma experiência indolor.

O Parto Inusitado

“Com 10 centímetros a enfermeira falou pra chamá-la se eu sentisse ‘uma dor enorme’. Mas eu estava bem, relaxada, mandando mensagem pras pessoas e falando com minha irmã no telefone.” diz ela. Com nada demais tendo sido feito, ela queria um reembolso pelos serviços que foram pagos.

Perda de Tempo

Durante as longas horas do parto, ela ficava tendo vontade ‘de fazer’. Seu marido nunca soube que tanto dejeto podia ser armazenado nela. Relatando a experiência, suas palavras mostram que seu marido ainda a ama apesar do constrangimento de uma evacuação constante.

Perda de Tempo

Ela diz, “Eu achei que ia bater o recorde de maior quantidade de cocô durante um parto! Eu sabia que ia acontecer porque eu ficava falando pras enfermeiras que eu precisava ir ao banheiro.”

O Som da Vaca

Durante uma contração, essa mulher, agora mãe, gritou “Mmmmmm” mas quando a dor intensificou o som mudou. Foi do “Mmmmmm” pro “MmmmMooo” ela ficou parecendo uma vaca.

O Som da Vaca

” mas quando ela foi intensificando, virou um ‘MmmmMOOO’. Eu literalmente fiz um barulho de vaca.” diz ela. O quão envergonhada ela deve ter se sentido contando essa história e imaginando o que o pessoal médico estava pensando dela.

Prática por Água Abaixo

Alysia teve um branco (se é que isso se aplica a situação). Ela tinha planejado minuciosamente o dia do parto; aprendendo poses de yoga e mantras para ajudá-la a ficar calma e sensata. Talvez ela possa utilizá-los numa situação mais normal.

Prática por Água Abaixo

Porém, tentar não dar à luz seu filho em um carro é um incidente totalmente não planejado.

Completamente Chocada

O parto assume várias formas para diferentes pessoas. É ainda mais preocupante experienciar dor e complicações ao mesmo tempo. Uma mãe deu à luz, mas tiveram que tirar um pouco de sangue do bebê. A irmã e a mãe dela estavam presentes.

Completamente Chocada

Assim que o processo de tirar sangue começou, sua mãe fechou os olhos, mas a irmã não. Aí ela desmaiou e quase deu com a cabeça no aquecedor! Metade das enfermeiras que estavam cuidando do bebê correram para socorrê-la e ver se não tinha quebrado a cabeça!

O Marido Calmo

A parte constrangedora dessa história não é constrangedora como imaginávamos. Devido ao grande intervalo entre contrações, ela foi mandada de volta pra casa e deveria voltar quando as contrações estivessem mais próximas.

O Marido Calmo

Talvez a intuição dela estivesse certa, porque passado pouco tempo e com intervalo de 8 minutos entre as contrações o bebê veio com tudo. Com ajuda de um operador do 190, o marido foi instruído para um parto de sucesso, antes até dos paramédicos chegarem. Os operadores do 190 ligaram de volta para verificar se estava tudo bem e oferecer uma cópia da gravação da chamada.

A Experiência da Obstetra

Não é novidade que mães soltam pum durante o parto. É constrangedor mas muitas não estão nem conscientes já que estão medicadas. Porém, no caso dessa mãe, ela peidou enquanto a obstetra estava dando os pontos.

A Experiência da Obstetra

Se dessem uma chance da obstetra contar essa história, ela provavelmente expressaria seu nojo ou talvez não. A mãe de 32 ficou muito envergonhada e espera nunca mais ver essa obstetra.

Ela Precisava Fazer!

Uma mãe nos seus 20 e poucos anos teve uma experiência bem delicada durante o parto. Ela relata, “depois de muitas horas de parto e dias de contrações brabas (e nenhum movimento peristaltico)”.

Ela Precisava Fazer!

“Minha parteira falou que era a hora de começar a empurrar e eu falei ‘mas eu preciso fazer cocô’. Ela ficou me falando que o bebê tava vindo e eu continuei dizendo. Quando comecei a empurrar, eu gritei muito alto ‘mas eu tenho que cagaaaaar’ Num grito bem longo e alto. Eu sei que todo mundo me ouviu, e fiquei com muita vergonha”

Porque Morfina Porque?

Num estado delirante devido a morfina, uma mãe de 27 anos foi retirada da sala de cirurgia após uma cesárea de sucesso. Mas ao sair se deparou com os irmãos de fraternidade do marido.

Porque Morfina Porque?

No seu estado alterado, ela expôs seu colo na tentativa de amamentar o bebê. Seu marido rapidamente sugeriu que todos eles fossem pegar um lanche na lanchonete enquanto ela terminava de alimentar seu filho. Ela deve ter ficado constrangida ao saber disso depois do acontecido.

Perdeu as Estribeiras!

Aos 32 anos, quem diria que uma mulher adulta começaria a chorar do nada? Depois da peridural, no seu segundo parto, ela aleatoriamente começou a chorar de soluçar sem razão nenhuma e estava tão descontrolada que a enfermeira teve que aplicar o teste de capacidade mental.

Perdeu as Estribeiras!

“‘Qual o seu nome? Que dia é hoje? Você sabe o que está acontecendo?’ Isso tudo enquanto tava cheia de meleca escorrendo na cara.” diz ela. Ele se sentiu mal quando ficou sabendo disso depois do parto. Muitas perdem a consciência com a peridural, mas a reação dela foi estranha e preocupante.

Sem DSTs

Nossa, essa próxima história poderia ter tido um final bem mais trágico sob diferentes circunstâncias. Quando sangue começa a voar num hospital, e não é o seu e você acaba em contato com ele, é normal ficar preocupado com o que isso pode significar.

Sem DSTs

Por sorte, essa moça que estava auxiliando o parto não acabou tendo nenhuma repercussão terrível.

Não Entra Ainda Sogrinha!

Muitas vezes as esposas tentam parecer perfeitas para as sogras. Não é nenhum crime, exceto quando essa esposa em particular sentiu que perdeu a compostura.

Não Entra Ainda Sogrinha!

Durante o parto, com as pernas ainda nos ganchos da maca, e sua área privada sofrida à mostra, sua sogra entra na sala de parto sem cerimônias para dar uma olhada no seu neto. Sua empolgação causou o acidente, mas Sylvie se sentiu exposta e constrangida de ser vista naquele estado.

Novos Vizinhos

Aqui está uma experiência especialmente constrangedora de uma mulher grávida e seus vizinhos. Seu primeiro parto foi um parto caseiro. A parteira veio às pressas e quando abriram a porta foi recebida por gritos de dor.

Novos Vizinhos

E não só ela, mas também os possíveis novos vizinhos que estavam olhando a casa de frente a dela. Definitivamente não foi uma boa maneira de se conhecer pela primeira vez. Apesar dela não ter falado mais nada, deve ter sido difícil interagir com esses vizinhos depois disso.

Água Banho e Dejeto

Rose decidiu por um parto na água, mas estava preocupada em estragar a água com seu dejeto. A parteira ignorou seus protestos falando que tinham coisas mais importantes com que se preocupar.

Água Banho e Dejeto

Na metade do parto, a parteira saiu discretamente e foi pegar uma redinha de peixe para catar umas coisas flutuantes. Foi naquele momento que ela percebeu o que tinha acontecido. “Eu chorei” diz ela. Ela estava com vergonhad de admitir, mas o que temia acabou acontecendo.

Situação Evitada

Seus amigos a zoam por nunca ficar nua. Como uma pessoa super modesta, ela se recusa a ficar pelada durante o parto caseiro. Em certo ponto, quando suas contrações pararam, e precisavam tirar o bebê rapidamente, chamaram o marido para fazer estimulação mamária, para tentar conseguir mais uma contração.

Situação Evitada

Ela disse “Aparentemente sou tão modesta que meu corpo decidiu que ‘Não não! Isso não vai acontecer de jeito nenhum na frente dessa gente!’ e meu filho saiu com uma contração enorme segundos depois. Graças a deus!”.

Os Golfinhos Te Amam

Num estado frágil e desorientado, causado pela medicação que fez efeito depois do parto, essa mãe falou umas coisas engraçadas.

Os Golfinhos Te Amam

Os medicamentos começaram a fazer efeito só quando ela já estava levando os pontos. Daí ela falou bem alto “eu consigo ver os golfinhos, você tá vendo?” depois olhou pro seu recém-nascido e disse, “os golfinhos te amam meu filho”.

Empurra Ela De Volta

Toda mãe anseia pela chegada de uma nova filha e dariam de tudo para fazer isso acontecer. A dor do parto parece fácil de aguentar pensando de forma teorica.

Empurra Ela De Volta

Uma mãe pode concluir que irá aguentar qualquer dor para trazer um pedaço dela mesma ao mundo. Bem, para muitos é fácil falar até a realidade bater na sua porta. Uma mãe que compartilhou seu relato diz que ela gritou ‘empurra ela de volta!’ porque parecia que o bebê estava saindo do bumbum. Podemos perceber o quão estranha a dor do parto pode ser a ponto de fazer vocÊ desejar o oposto do que quer.

Papai Desmaiou ao Ver seu Filho

Essa mãe passou um dia inteiro em parto tentando ter o filho dela. Depois de muitas tentativas, trocaram pra cesárea. Quando o menino foi revelado, o marido chegou perto para ver mas desmaiou imediatamente com o choque.

Papai Desmaiou ao Ver seu Filho

O menino estava meio estranho depois de tantas horas de sofrimento. Depois foi descoberto que o marido gastou tanta energia cuidando da esposa que esqueceu de se hidratar. A combinação do choque e desidratação levou ao acidente. O papai tem que se cuidar também afinal.

Vomitando

Muitas mulheres grávidas na etapa do parto reclamam de dor, sensações estranhas e inabilidade de focar. Uma mãe fala sobre um momento constrangedor, que foi bem diferente, mas nojento ao mesmo tempo.

Vomitando

The medications she took made her throw up. And she didn’t throw up just anywhere but in the face of one of the nurses. Gross! The nurse had to be replaced. She felt guilty and ashamed when her husband told her what happened.

Uivando como um Coiote

Já ouviu um coiote uivando? Cara! Tem um som único e bem alto. Se resolverem fazer um reality mostrando mulheres gritando durante o parto, os tipos variados de sons seriam, sem dúvida, hilários.

Uivando como um Coiote

Uma mãe aqui uivou como um coiote! Isso sim é interessante. Realmente, esses gritos estranhos são tão altos que um medidor de decibel não conseguiria medi-los. Histórias de parto engraçadas mas verdadeiras.